TUTELA ANTECIPADA DEFERIDA EM AÇÃO REVISIONAL no TJRS:


AGRAVO DE INSTRUMENTO. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO REVISIONAL. ANTECIPAÇÃO DE TUTELA. CADASTRAMENTO RESTRITIVO DE CRÉDITO.

Para a concessão de tutela antecipada, impõe-se a demonstração inequívoca do direito alegado, capaz de produzir juízo de verossimilhança, a teor do que dispõe o artigo 273 do Código de Processo Civil.

De acordo com o entendimento do STJ no REsp nº 1.061.530/RS, submetido ao regime de recursos repetitivos, a exclusão e/ou abstenção de inscrição de nome dos cadastros restritivos de crédito, em antecipação de tutela, somente se justifica se atendidos os seguintes requisitos: i) a ação for fundada em questionamento integral ou parcial do débito; ii) houver demonstração de que a cobrança indevida se funda na aparência do bom direito e em jurisprudência consolidada do STF ou STJ; iii) houver depósito da parcela incontroversa ou for prestada a caução fixada conforme o prudente arbítrio do juiz. Requisitos preenchidos no caso concreto.

AGRAVO DE INSTRUMENTO PROVIDO.

Agravo de Instrumento

Vigésima Terceira Câmara Cível

Nº 70065349896 (N° CNJ: 0220367-32.2015.8.21.7000)

Comarca de Santa Maria

Previous PRODUTORES RURAIS. REVISÃO DOS VALORES PAGOS EM CONTRATOS DE MARÇO DE 1990
Next JUROS NAS REVISIONAIS:

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *